Guarda

Guarda, cidade de Portugal

Guarda é uma cidade e um concelho de Portugal. Esta localizada na região estatística do Centro (NUTS II) e na sub-região  Beiras e Serra da Estrela (NUTS III), capital do Distrito da Guarda.

O município tinha 42,541 habitantes em 2011, enquanto que o núcleo urbano da cidade contava com 31.224 habitantes em 2006.

Esta localizado perto da fronteira com a Espanha, cerca de 40 km de Fuentes de Oñoro, Salamanca, via Vilar Formoso. A Guarda é a cidade  localizada na parte de maior altitude em Portugal (1.056 m) e também é a capital da Comunidade Urbana das Beiras. É uma das cidades mais importantes da região Português da Beira Alta. A Serra da Estrela, a mais alta de Portugal Continental, está parcialmente localizada no distrito. A cidade é servida por comboios nacionais e internacionais nas linhas ferroviárias da Beira Baixa e Alta.

Guarda é conhecida como a “cidade das cinco Fs”‘- Farta, Forte, Fria, Fiel e Formosa:

  • Farta (abundante), devido à fertilidade das terras do Vale Mondego;
  • Forte, porque a torre do castelo, as muralhas e a sua localização geográfica demonstram a sua força;
  • Fria, a sua proximidade com a Serra da Estrela;
  • Fiel, porque o Capitão General do Castelo, Álvaro Gil Cabral, recusou-se a entregar as chaves da cidade ao rei de Castela durante a crise de 1383-1385 e ainda tinha a força para participar na batalha de Aljubarrota;
  • Formosa (bela), pela beleza natural do núcleo urbano.

Gastronomia da Guarda

Guarda gastronomia é associado com a culinária da Serra da Estrela. Alguns pratos típicos mais destacados são: o cordeiro assado, arroz de pato à maneira de Guarda e o bacalhau Lagareiro, que pode ser facilmente encontrado em restaurantes que servem cozinha regional.

A culinária da cidade inclui uma grande variedade de pratos à base de carne, dada a localização geográfica da cidade e os jardins circundantes, que são favoráveis para pastagem. Há também uma variedade de pratos de peixe de fluxos de água doce.

O bacalhau é a excepção, uma vez que o seu processo de conservação (secagem) sempre permitiu a sua utilização em terras distante ao mar. O porco ocupa um lugar importante na culinária local, com inúmeros pratos feitos com este tipo de carne. Podem-se destacar o presunto curado em sal dor mar, bem como as carnes típicas curadas locais (salsicha, e farinheira chouriço), como as tripas com legumes. Outras carnes comuns são o carneiro, cabra, vaca e carne branca. O arroz de carquesa também é um prato muito típico da cidade e da região.

Na época da temporada de caça podem ser comido pratos exclusivos, como o arroz de lebre “malandrinho” ou o javali com feijão.

No outono, são populares o ensopado de cogumelos de Trancoso, e sopa de castanhas (também pode comer cozida, fervida ou doce).