A cidade do Porto: destino obrigatório em Portugal

Localizado perto da foz do rio Douro, o Porto é único no mundo. Os seus bairros únicos de ruas estreitas e becos antigos, a excelente comida, a boa atmosfera que respiramos, o seu povo e o seu bom preço, fazem do Porto um destino obrigatório.

O seu centro histórico (conhecido como bairro da Ribeira do Porto) foi declarado Património Mundial pela UNESCO. É cidade para a conhecer a pé (excepto sob as circunstâncias que eu descrevo abaixo), desfrutando ao máximo das suas ruas estreitas repletas de história e nostalgia. As sensações que produzem uma caminhada ao entardecer ao longo das margens do Rio Douro, ou o sabor dos seus vinhos doces antes ou depois de um fantástico bacalhau grelado, são algumas das coisas que farão com que se lembre desta fantástica cidade toda a sua vida.

Se você só tem alguns dias para visitar o Porto, existem lugares que você não pode perder. Na visão de muitos visitantes, esta cidade tem algo místico que dificilmente pode ser descrito.

A estação de São Bento com vestíbulo seu azulejos, é o lugar ideal para iniciar o seu recorrido. Um pouco mais à frente está a catedral. A partir daí, podemos descer escadas e ruas medievais até a Ribeira, com terraços e recantos pitorescos. Antes de embarcar num barco sob as seis pontes de Porto, vale a pena ficar aqui por um tempo para respirar a atmosfera e aproveitar das vistas do rio com a ponte D. Luis e a margem oposta.

Depois de apreciar a silhueta das casas e as torres das igrejas, esperamos-nos o interior em talha dourada da Igreja de São Francisco. Perto você pode vislumbrar mais igrejas e monumentos, azulejos nas paredes e visitar o Palácio da Bolsa. Deixando o rio, o eléctrico realiza uma viagem que atinge a Foz, onde você pode fazer uma caminhada e encher os pulmões com a brisa do mar. Aí começa a Avenida da Boavista. Não muito longe está Serralves, com jardins para passear ou descanso, e exposições de arte contemporânea. O museu é o trabalho de Alvaro Siza Vieira, um dos principais arquitectos da Escola de Arquitectura do Porto.

Junto à rotunda da Boavista está a Casa da Música, sempre com um cartaz cultural impressionante e a sua imponente forma arquitectónica. Nesta área, você pode encontrar boas lojas para comprar. Mas você também pode encontrá-los ao lado da Avenida  dos Aliados. De caminho tem os jardins do Palácio de Cristal, com outra vista panorâmica do rio, e o Museu Soares dos Reis. Outro jardim cheio de esculturas, é a Cordoaria, rodeado por igrejas e outros monumentos. Vale a pena subir à Torre dos Clérigos para desfrutar de uma nova visão do Porto. Ali perto está a Livraria Lello, que inspirou as histórias de Harry Potter. Encontrará os Aliados continuar ao descer a rua de lojas e edifícios modernistas. Depois de conhecer esta ampla avenida vale a pena ir à rua de Santa Catarina. Uma vez lá, o Café Majestic é ideal para uma pausa.

Ainda precisa ir à margem sul do rio para visitar as caves do vinho do Porto e provar o vinho. Da Ribeira, podemos atravessar a ponte D. Luís e ver, deste lado, uma das mais belas vistas da cidade do Porto. E, além disso, você pode fazer um passeio de teleférico de Gaia, que sobe e desce deste lado do rio.

Em termos culinários, este lado do cais é uma boa escolha. Mas na Ribeira também há muitos restaurantes e esplanadas, como na Foz, com belas vistas do mar. Portugal ganha o coração dos turistas pela sua cozinha. Contudo no Porto e na região norte esta afirmação atinge o seu pico. Em qualquer restaurante, mais refinado ou mais tradicional, a garantia de uma boa refeição acompanhada pelos melhores vinhos do Douro ou vinho branco refrescante, característica da região.