Geografia do território de Almeida: território, fauna e flora

Geografia do território de Almeida

Em publicações anteriores já falamos da história e localização do concelho, mas esta última foi feita de forma muito breve. Assim sendo, neste post falaremos em mais detalhes sobre as suas características mais importantes da geografia do território de Almeida.

Almeida faz parte do distrito de Guarda e localiza-se na Região do Centro e sub-região Beira Interior Norte. Relativamente a sua geologia, o seu território é grande parte plano sendo atravessado na sua vertical pelo Rio Côa. Este rio nasce na Serra da Mesas e é um dos poucos rios que efetua um percurso na direcção Sul – Norte.

A sua área abrange 518 Km², com um total de 16 fregu20esias e 7.242 habitantes. Nos seus limites encontraremos o município de Figueira de Castelo Rodrigo, Sabugal, Guarda, Pinhel e a Espanha.

Como mencionamos em publicações anteriores a vila é conhecida pela fortaleza com forma de estrela.

Fauna e Flora

Em relação à fauna, encontramos espécies como coelhos, patos, codornizes, javalis, lebres, perdizes e rolas. No que diz respeito Flora, existe uma zona mais ao Sul, com uma área continua de carvalho negral. Esta está constituída com aproximadamente 1.032 hectares em bom estado de conservação. Aqui poderá encontrar diversas espécies de habitats naturais e com grande valor florístico.

A Igreja e a Santa Casa da Misericórdia

Re-construída no século XVII

A Igreja da Misericórdia é uma pequena igreja localizada na Praça da República, junto à sede dos suportes. O templo foi mandado a construir pelo rei D. Manuel I no ano de 1521. A construção da Santa Casa da Misericórdia, antigamente um hospital, deveu-se ao pedido de um escudeiro real da Coroa do rei. Porém, todas as despesas necessária para a sua construção foram financiadas com diversas doações.

Mesmo depois da sua destruição na Guerra da Restauração, esta foi re-construída no século XVII pelo arquitecto Jerónimo Velho de Azevedo.

Durante os período de guerras a Santa Casa da Misericórdia teve um papel muito activo e importante no fornecimento de ajuda. Especialmente socorrendo a soldados feridos.

A Igreja foi anexada ao antigo Hospital, agora a Casa da Misericórdia. Actualmente um lar de cuidados.

Castelo Mendo, uma visita às aldeias históricas de Portugal

Castelo Mendo é uma freguesia Português do concelho de Almeida. Está localizada a 10 quilómetros da fronteira espanhola. De forte sabor medieval, o Castelo Mendo é parte do programa chamado Aldeias históricas de Portugal. Um conjunto de doze vilas históricas localizadas principalmente ao longo da fronteira espanhola na região central de Portugal.

A Porta dos Berrões

O Castelo Mendo fica num cabeço rochoso que domina os vales profundos que rodeiam fazem fronteira com o rio Côa. Embora pequeno em tamanho, a sua proximidade com a fronteira teve grande importância estratégica na defesa da sua fronteira contra os vizinhos de Castilla y León. No seu recinto amuralhado está a entrada principal da vila, conhecida como “Porta dos Berrões”. Referindo-se a dois formidáveis varrascos vetões que ladeiam a entrada.

Património

A pequena aldeia, de pedra, camuflada no seu ambiente rochoso e no seu passado medieval. E tudo a partir de um tradicional bem preservada e cheia de pequenos detalhes como maçanetas de portas, janelas de estilo manuelino, varandas salientes, blocos de granito de casas antigas do século XVI e as estreitas ruas de paralelos.

Em conclusão, o Castelo Mendo é uma nova jornada para a história de Portugal, séculos de história esculpida pela presença distante dos seus primeiros colonos.